Quem poderá receber bolsa? (Nacionais / Internacionais)

Os recursos da presente Chamada serão destinados somente ao pagamento de bolsas. Podem receber bolsas empreendedores (sócios da empresa) e profissionais sem vínculo empregatício, desde que se qualifiquem nos critérios da categoria de bolsa desejada e se dediquem exclusivamente à execução do projeto. Alunos de pós-graduação podem participar, desde que não recebam bolsa na instituição de ensino. Igualmente, pessoas que já recebam quaisquer tipos de bolsas não podem acumulá-las uma bolsa do Programa Start-Up Brasil. Profissionais com vínculo empregatício podem participar da equipe do projeto, porém não receberão bolsa. A norma RN-023/2008 restringe a concessão de bolsa quando houver relação de parentesco. Mais informações em http://www.cnpq.br/web/guest/view/-/journal_content/56_INSTANCE_0oED/10157/24779.Grants apply to entrepreneurs (founders, co-founders, partners, etc) and professionals who are not formal employees as long as they meet criteria for the grant in question and are fully dedicated to the project. Graduate students can apply as long as they do not receive grants from the educational [...]

2014-01-26T02:35:42+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

As bolsas são válidas somente para profissionais da área tecnológica? Outras áreas como negócios, podem receber a bolsa? Quais os requisitos para receber bolsa? (Nacionais / Internacionais)

A RN-016/2013 diz que o profissional pode ser de qualquer área de formação, porém a experiência profissional deve ser “em atividades de desenvolvimento de software e sistemas informáticos ou em atividades ligadas ao processo de inovação à que se propõe o projeto submetido ao CNPq”. É preciso justificar a importância do bolsista para o processo de inovação da empresa. As bolsas contemplam profissionais com diversas titulações e experiências, incluindo profissionais técnicos e graduados. Os requisitos das bolsas bem como seus valores estão disponíveis emhttp://cnpq.br/web/guest/view/-/journal_content/56_INSTANCE_0oED/10157/983903?COMPANY_ID=10132. According to the rules (specified in the call for projects and RN-016/2013 by CNPq) professionals can have background education in any area of interest. However, work experience must be related to software development and computer systems or in areas directly related to the innovation process described in the project submitted to the program and CNPq. It is essential to illustrate the importance of the individual for [...]

2014-01-26T02:35:14+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

Quais são os valores das bolsas do CNPq que serão concedidas aos profissionais indicados pelas startups? Há incidência de encargos? (nacional / internacional)

Os valores variam de R$ 2.500,00 a R$ 8.000,00 mensais, dependendo da formação acadêmica (técnico, graduado, mestre ou doutor) e do tempo  de experiência profissional comprovada. As bolsas são regidas por uma legislação especial, por isso, sobre elas não incidem impostos ou taxas. O valor é totalmente repassado aos profissionais, sem descontos. A tabela completa, com critérios de habilitação para cada categoria de bolsa, está disponível na Resolução Normativa RN-016/2013 do CNPq, através do link: http://cnpq.br/web/guest/view/-/journal_content/56_INSTANCE_0oED/10157/983903?COMPANY_ID=10132Individual grants range from R$ 2,500.00 to R$ 8,000.00 per month depending on academic qualification and professional experience. Grants are governed by specific regulation and taxes or fees do not apply, meaning they are paid in full to the grantee with no deductions. The complete grant chart is available on the Call for Proposal available at: http://startupbrasil.mcti.gov.br/wp-content/uploads/2013/03/Call-Startup-Brasil_Apex_ENG_01_2013_vfinal01.pdf

2014-01-26T02:34:45+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

Quais documentos são aceitos para comprovação de experiência? E de titulação? (Nacionais / Internacionais)

Para comprovação de experiência de profissionais brasileiros somente são aceitos como comprovantes vínculo profissional com carteira assinada ou documentos que comprovem trabalho profissional autônomo, com contribuição para o INSS. Bolsas DTI e EV em projetos de Desenvolvimento Tecnológico e Industrial também podem ser utilizados como comprovante de experiência profissional. Para comprovação de titulação é necessário possuir diploma ou declaração de conclusão de curso por instituição reconhecida pelo MEC. Quais documentos serão considerados como comprovações de experiência para os estrangeiros? Para comprovação de titulação é necessário possuir diploma ou declaração de conclusão de curso emitido pela instituição de ensino.CNPq  will accept as proof of professional experience legally binding documents such as formal employment contracts, documents which confirm individual worked as self-employed, with contribution being paid to government (INSS equivalente). DTI and EV grants in Technological and Industrial Development projects can also be used as proof of professional experience. Other documents will [...]

2014-01-26T02:34:21+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

O coordenador do projeto pode receber bolsa ? (Nacionais / Internacionais)

Não há restrição em relação ao coordenador receber bolsa, desde que ele se enquadre nos critérios da categoria de bolsa desejada e se dedique exclusivamente à execução do projeto. A tabela completa, com critérios de habilitação para cada categoria de bolsa, está disponível na Resolução Normativa RN-016/2013 do CNPq, através do link: http://cnpq.br/web/guest/view/-/journal_content/56_INSTANCE_0oED/10157/983903?COMPANY_ID=10132There is no restriction and the Project coordinator can be considered eligible to grants as long as he or she qualifies according to the criteria set forth in the call for projects and is exclusively dedicated to the project.

2014-01-26T02:33:42+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

É necessário indicar os bolsistas no momento da submissão da proposta? (Nacionais / Internacionais)

Não. Caberá ao Coordenador, responsável pela submissão do projeto, fazer as indicações dos bolsistas tão logo seja assinado o Termo de Aceitação de Apoio Financeiro. Este termo será assinado apenas após a aprovação das propostas e o fechamento do acordo com a aceleradora. O projeto poderá ser alterado pela empresa através da plataforma eletrônica do CNPq, com inclusão, exclusão ou alteração de bolsas, para se adequar à nova realidade, desde que dentro do valor global contratado pelo projeto. É importante observar os prazos para essas mudanças, que levam pelo menos 30 dias para serem implementadas. Os bolsistas indicados deverão ter seus currículos cadastrados na Plataforma Lattes. No momento da indicação do bolsista, o Coordenador do Projeto deverá indicar a bolsa desejada na Plataforma Carlos Chagas e submeter um plano de trabalho do bolsista (atividades que serão realizadas ao longo do projeto).No. It will be up to the startup coordinator, responsible [...]

2014-01-26T02:33:22+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

Qual é o valor máximo que posso solicitar? (Nacionais / Internacionais)

Os recursos do Start-Up Brasil serão destinados somente ao pagamento de bolsas. O valor máximo a ser solicitado por proposta será de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais), a serem repassados pelo CNPq na forma de bolsas para pesquisa, desenvolvimento e inovação. Essas bolsas serão concedidas para os profissionais indicados pela startup e terão seus valores mensais depositados na conta corrente destes profissionais. Para startups nacionais este valor é calculado automaticamente na plataforma do CNPq, com o somatório das bolsas selecionadas no Formulário de Propostas. Atenção na inclusão do valor das bolsas, pois propostas que não informarem o valor de bolsas ou que excederem o limite de exatos R$ 200.000,00 por projeto serão desclassificadas. O valor total de bolsas solicitado no momento da submissão do projeto está sujeito à análise do CNPq e não poderá ser alterado posteriormente.Each startup will be offered up to R$ 200 thousand per year, in the form of scholarships for research and [...]

2014-01-26T02:32:57+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

Como será avaliado o enquadramento do bolsista? (Nacionais / Internacionais)

O CNPq avaliará o enquadramento do bolsista em relação ao nível de bolsa solicitado com base na formação acadêmica e experiência profissional comprovada apresentada no currículo apresentado na Plataforma Lattes (lattes.cnpq.br). O bolsista deve cadastrar seu CV Lattes por completo, de maneira que sua experiência profissional possa ser analisada para aprovação ou reprovação do nível solicitado de bolsa. É importante que os dados pessoais sejam totalmente preenchidos e que sejam descritas todas as atividades desenvolvidas em cada experiência profissional. O CV Lattes presume boa fé do preenchedor, porém o CNPq pode, caso julgar necessário, solicitar comprovação dos dados relatados. Não cabe recurso à análise de enquadramento feita pelo CNPq. Em caso de negativa do CNPq, a bolsa só poderá ser implementada no mês seguinte A tabela completa, com critérios de habilitação para cada categoria de bolsa, está disponível na Resolução Normativa RN-016/2013 do CNPq, através do link: http://cnpq.br/web/guest/view/-/journal_content/56_INSTANCE_0oED/10157/983903?COMPANY_ID=10132Grant requirements and their [...]

2014-01-26T02:32:34+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments

Depois de aprovado o bolsista, como se dá o pagamento da bolsa? (Nacionais / Internacionais)

O pagamento ao bolsista das mensalidades será efetuado por meio de depósito na conta corrente pessoal e individual em qualquer agência do Banco do Brasil, até o quinto dia útil do mês subsequente ao da competência. Não sendo titular de conta corrente individual no Banco do Brasil, o novo bolsista deverá informar o número/código da agência do Banco do Brasil de sua conveniência para recebimento das mensalidades da bolsa. Caso seja necessário abrir uma nova conta recomendamos utilizar agências de campi universitários, dada a experiência em lidar com bolsas de pesquisa.Grants are paid to the grantee via bank deposit in grantees personal and individual bank account in any agency of Bank of Brazil, by the fifth calendar day of the month following that in competence. Not being the holder of an individual bank account at Bank of Brazil, the new grant should inform the agency number/code of Brazil’s Bank of [...]

2014-01-26T02:32:13+00:00 janeiro 26th, 2014|0 Comments