Na última sexta-feira, dia 17 de julho, a Baita Aceleradora, que fica na cidade de Campinas/SP, apresentou ao mercado as startups que participaram da sua primeira turma de aceleração. O evento, que aconteceu no Instituto de Pesquisas Eldorado, atraiu um grande número de interessados e contou, principalmente, com a presença de investidores, mentores,  incubadoras, diversos parceiros do ecossistema empreendedor, bem como da equipe do Start-Up Brasil, Softex e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

11754661_1123546724326164_952530889170683679_o

Ao todo, nove startups  apresentaram negócios consistentes em várias áreas e utilizando diferentes tecnologias, como Agronegócio, Aeroespacial, Óleo e Gás, Telemedicina, Fintech – com tecnologias baseadas em IoT (Internet of Things, em Português: Internet das Coisas),  Hardware, Big Data e algoritmos complexos. Entre elas estão sete empresas que fazem parte das Turmas 3 e 4 do Programa Start-Up Brasil, são elas: AgroSmart, DSPGeo, Virtual Avionics, Allgoo, Portal Telemedicina, Desh Tecnologia, IQFriends; e duas apenas do portfólio da Baita Aceleradora: iPlantão e SupêSoluções, com o sistema Agro Sensor.

“A escolha das empresas e a apresentação de soluções em internet das coisas e outras bastante inovadoras, tornaram o Demo Day da Baita Aceleradora, um grande evento para investidores e para a comunidade empreendedora que estava no local. Além disso, foi muito bom ver a evolução das startups apoiadas pelo Start-Up Brasil, notadamente as de hardware, área que foi incluída de forma explícita apenas no edital 2014”, comenta Vitor Andrade, Gestor do Programa Start-Up Brasil.

Para os demais presentes, o primeiro Demo Day da Baita Aceleradora trouxe um dia de muita inovação com startups verdadeiramente tecnológicas, empreendedores sérios, em estágio maduro, e com empresas já faturando!

Na opinião de Rosana Jamal, sócia da Baita, “este Demo Day mostrou o  DNA da Baita, um portfólio com base tecnológica forte que atende a mercados altamente promissores, capazes de fortalecer ainda mais o ecossistema de empreendedorismo do país”.

O programa da Baita Aceleradora conta com o apoio do programa Start-Up Brasil, uma iniciativa do MCTI com gestão da Softex e do Núcleo Softex Campinas, tem duração estimada de 6 meses e conta com suporte em tempo integral dos sócios, que são altamente experientes na área de tecnologia e mentores de mercado.